COMPRE PELO SEDEX R$20,00

LEIA NA AMAZON NO FORMATO E-BOOK
R$5,20 ou Gratuitamente

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

AS DIMENSÕES REALMENTE EXISTEM?







O FOTÓGRAFO PINO GOMES REGISTRA SEU MOMENTO DIMENSÕES...


Pino Gomes posta no Instagram 27/09/17 referências 
sobre o livro Dimensões.


"Ele é um gênio. Com 27 anos de carreira e uma lista longa de trabalhos nacionais e internacionais, Pino Gomes é um dos ícones da fotografia moderna. Entendedor, sensível e experiente, o trabalho do artista é uma verdadeira obra de arte. Responsável pelas belíssimas fotos do editorial com a atriz Paloma Bernardi para o site HT, Pino Gomes nos contou – e mostrou – que também arrasa quando a câmera fotográfica dá lugar à filmadora. Caso não tenha entendido, a gente explica: no Festival do Rio, ele apresentou o curta “Rodízio”, no qual assinou a direção e co-roteirização. No trabalho audiovisual, que marcou sua estreia na curta-metragem com texto dramatizado, Pino Gomes também fez parte e foi responsável por outra primeira vez. O curta, que é uma comédia, foi escrito pela amiga e parceira do fotógrafo Vanessa Giácomo, que se laçou como roteirista neste trabalho."
Acesse os links abaixo e saiba mais:






segunda-feira, 18 de setembro de 2017

sábado, 16 de setembro de 2017

SERES ILUMINADOS TÊM ACESSO NAS DIMENSÕES

Com Dayane em 16/09/17

Com Adriano em 14/09/17

Com Isabela em 14/09/17

SERES LUMINOSOS SÃO VISTOS EM IPORANGA - PETAR



Para saber mais a respeito acessar:

SERES LUMINOSOS EM IPORANGA- PORTAL BURN



PERUÍBE E IPORANGA DUAS CIDADES VISITADAS POR UFOS.


A região do Vale do Ribeira está situada no Sul do Estado de São Paulo- Brasil, local em que foi criada uma Reserva Ambiental denominada PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira) que possui 35.772.5 hectares e abrange os municípios de Iporanga e Apiaí . O PETAR faz parte do Núcleo da Reserva da Biosfera e é considerado com o Sítio do Patrimônio Natural da Humanidade. A Sociedade Brasileira de Espeleologia já catalogou mais de 300 cavernas na região, entre elas a Caverna Santana que dá o nome ao Núcleo Santana em Iporanga. A cidade de Iporanga também conta com as histórias e lendas locais sobre aparições de OVNIS e fatos misteriosos acontecidos no interior das cavernas. Existe uma ligação muito antiga e explorada em documentários sobre alienígenas em a relação com as cavernas espalhadas pelo mundo. A Caverna Santana é a segunda maior caverna do Estado de São Paulo e é considerada por muitos como a mais bela em espeleotemas e conta com várias galerias. A filosofia moderna tem discutido muito sobre o que é a realidade e quem somos nós. A Física Quântica levantou questões sobre a intencionalidade, dimensões e a viagem no tempo. O personagem Cirê se aventura, juntamente com um guia local, dentro da Caverna Santana e, durante uma passagem por uma das galerias, se perde do guia. Sem água, comida e quase sem luz ele luta durante uma semana para reencontrar o Rio Roncador até a saída da Caverna. Situações misteriosas começam a surgir à partir desse momento do quase morte. Alucinação? Abdução? Espiritualidade? Viagem no tempo? Esquizofrenia? Será que é possível acessar as diversas dimensões? Inspirado em livros e séries de ficções, Dimensões-Estação PETAR é um livro onde o cenário se mistura com o mistério em uma das Reservas Ambientais mais bonitas do mundo, além da realidade se misturar com a ficção. O que é de fato real nesse livro? O que é realidade? Descubra sua dimensão, embarque em uma Estação. Boa viagem pelas dimensões. Muito grato por sua leitura

ENCONTRE COM OS SERES LUMINOSOS 

E-BOOK AMAZON

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

ATOR DA TV GLOBO -PAULO BETTI- ESTRÉIA EM NOVAS DIMENSÕES.

Foto by Clau Silva -11/09/17

Leitora Clau Silva presenteia Paulo Betti, em seu aniversário,  com o livro Dimensões.



PAULO BETTI ESTRÉIA EM UMA NOVA DIMENSÃO ONDE CONTA SUA PRÓPRIA VIDA

 ESPETÁCULO AUTOBIOGRAFIA AUTORIZADA:

Resenha por Rafael Teixeira- VEJA RIO


Emergem da infância e da adolescência de Paulo Betti no interior de São Paulo, tempo humilde em que ele nem sonhava em inscrever seu nome no rol dos grandes atores do país, as histórias que servem de base para este encantador monólogo. Sem preocupação com a linearidade, os episódios revividos por ele em cena, na maioria compilados em cadernos pessoais de anotações, vão sendo desfiados como em uma conversa informal — que em nenhum momento obscurece o lirismo da montagem. Do modo como a avó matava porcos até os dramáticos surtos de esquizofrenia do pai, das diversões de criança com brinquedos antigos ao contato inicial com o rádio, da descoberta dos catecismos de Carlos Zéfiro à primeira visão do mar, de tudo um pouco é narrado nas duas horas de sessão que, na direção cadenciada do próprio Betti ao lado de Rafael Ponzi, passam voando. A belíssima cenografia de Mana Bernardes, emoldurada pela feliz iluminação de Dani Sanchez e Luiz Paulo Neném, evoca a ideia de memória em papéis amassados que remetem às folhas dos cadernos do ator, além de objetos repletos de carga simbólica. Senhor do palco, Betti usa seu vasto e reconhecido domínio técnico da arte da interpretação a serviço da simplicidade e da afetividade.
Parabéns pela coragem em representar sua própria vida, boa sorte com o espetáculo e obrigado por ler o livro Dimensões. Que novas Dimensões se abram para você Paulo Betti.